28.5.10



ele desceu a escada dos sonhos se apoiando nos corrimãos.
decidiu abafar tudo o que sentia.
ali no chão nada acontece, nada surpreende...