27.3.09

abatido.

me revirei do avesso e tudo ficou pessoal.
eu não penso mais.
não posso mais.
o fio da meada eu perdi.
me sobra esquentar os lençóis.
perder de vista a vida no sol.
me humilhar.
me sentir vazio. sem cor.
os luxos e o idealismo são meus.
e são muito do que eu tenho.
solto um "perdoe-me" naturalmente.
me escondo no colchão.
me deixo abater.


[abatido me refaço melhor. e agradeço o empurrão.
só dispenso a queda.]